Bebê   Bebês fofinhos
Nomes de Bebê...
spacer
Menina
Menino

Em Destaque

A pequena Sereia

White Noise prejudica o cérebro do bebê?

O Patinho feio

Dicas para deixar a chupeta

Autismo Infantil

A história do Eu, do Tu e do Ele

Amamentação Cuidados a ter com os mamilos

   
spacer  

Gravidez

A importância da vitamina C na gravidez

mulher grávidaUm estudo publicado na revista “PLOS ONE” revela que a carência de vitamina C durante a gravidez pode afetar seriamente o cérebro do feto, de um modo permanente.

A vitamina C, substância com alto poder antioxidante, faz parte de um grupo de 13 vitaminas essenciais para o bom funcionamento do organismo.

É uma vitamina hidrossolúvel, isto é, que se dissolve na água, e cujo excesso no organismo é facilmente eliminado através da urina.

A vitamina C tem como função predominante a proteção do organismo, nomeadamente da pele e gengivas. Também doenças como o cancro, doenças cardiovasculares, das articulações ou dos olhos (por exemplo, cataratas) são também associadas à deficiência em vitamina C.

A vitamina C tem ainda um papel importante na absorção do ferro, na cicatrização e no crescimento normal dos ossos, além de promover a síntese de hormonas.

A ausência ou deficiência de vitamina C pode aumentar o risco de infeções, rutura prematura da membrana na gravidez, parto prematuro e eclampsia (séria complicação na gravidez que é caraterizada por convulsões e/ou coma).

Provou-se, neste mesmo estudo, que o transporte de todas as substâncias necessárias, que passam de mãe para filho, pode ser comprometido pela carência em Vitamina C.

mãe e bebê a dormirO estudo realizado por investigadores da Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, conclui que mesmo que se trate de uma pequena deficiência de vitamina C no organismo, durante a gravidez, poderá afetar a memória e impedir o seu desenvolvimento normal. Estes investigadores confirmaram ainda que, após a ocorrência destes danos, estes não poderão ser reparados mesmo que se dê um suplemento de vitamina C no bebê, à nascença.

gravidez e alimentação

Note que, as grávidas mais sujeitas a terem esta carência vitamínica são aquelas que pertencem a um nível socioeconómico baixo e, consequentemente, têm uma alimentação pobre e desequilibrada. Neste grupo também se incluem as grávidas fumadoras.
Em consequência desta carência vitamínica nas grávidas, os seus filhos terão um risco maior de nascerem com uma
A dose recomendada de vitamina C, para as gestantes, é  capacidade de memória diminuída e com problemas de aprendizagem.

Grávida a comer fruta

de 85mg/dia, valor que se atinge facilmente com uma alimentação equilibrada no qual se incluem alimentos como vegetais, legumes e frutas frescas.


É necessário que o consumo deste tipo de alimentos seja diário, já que o ser humano não tem capacidade de criar uma reserva desta vitamina no organismo.


spacer


 

Veja também

Artigos em destaque

Sono do bebê – É fundamental criar uma rotina!

O Patinho feio

O desejo de ser mãe (e pai!)

White Noise prejudica o cérebro do bebê?

Otites nas crianças

A galinha dos ovos de ouro

A pequena Sereia

Pré-eclampsia – uma complicação grave

Stress nos filhos provocado pela ansiedade dos pais

Cuidados a ter com a mãe após o parto

As crianças e a televisão

Chupetas e tetinas: Látex ou silicone?

Autismo Infantil

A história do Eu, do Tu e do Ele

Amamentação – Cuidados a ter com os mamilos

Dicas para deixar a chupeta

A Família como base emocional e educacional da criança





 

 

 

 

 

Política de Privacidade