Bebê   Bebês fofinhos
Nomes de Bebê...
spacer
Menina
Menino

Em Destaque

O sono do bebê

Autismo Infantil

White Noise prejudica o cérebro do bebê?

Pinóquio

As crianças e a televisão

Otites nas crianças

Pré-eclampsia uma complicação grave

 

 
spacer  
Gravidez

Cuidados a ter com a mãe após o parto

mãe e bebê recém nascidoO período que se segue ao nascimento do bebê é chamado de puerpério ou pós parto. É considerado puerpério até às 8 semanas após o nascimento e geralmente termina com o aparecimento da primeira menstruação. Nas mães que amamentam os seus filhos, o aparecimento da primeira menstruação, após o parto, ultrapassa geralmente as 8 semanas.

Na fase do puerpério dão-se, mais uma vez, grandes mudanças na mulher, quer a nível físico que a nível psicológico. Por isso, os cuidados a ter neste período, nomeadamente de higiene, de alimentação, de descanso e acompanhamento médico, são essenciais para a sua saudável e rápida recuperação.

enfermeira e parturienteMais ou menos 6 horas após um parto normal, uma enfermeira ajuda a recente mãe a levantar-se. Se esta não sentir dor de cabeça nem tonturas, poderá andar um pouco ou ir à casa de banho. Não deverá abusar, pois é normal que após o parto, a mulher se sinta enfraquecida e tenha quebras de pressão, causando tonturas ou até desmaios. Se se tratar de uma cesárea (cesariana), a mãe deverá descansar um pouco mais, sendo recomendado levantar-se só 12 horas após o parto e com a ajuda de uma enfermeira. Pode ainda ser-lhe colocado um saco de gelo na zona da costura, durante as primeiras 24 horas após o parto, de modo a reduzir mais rapidamente o inchaço e facilitar a cicatrização.Higiene após parto

Quando conseguir estar de pé em segurança, a mãe poderá tomar banho completo, incluindo lavar o seu cabelo. É importante fazer a sua higiene diária (banho), com especial cuidado em relação a zona genital, de modo a mantê-la sempre limpa. Nos primeiros dias após o parto, é normal ter perdas de sangue, que irão diminuir com o passar dos dias. Use pensos higiénicos bastante absorventes e mude-os, no mínimo, de 4 em 4 horas. Só convém usar tampões após a cicatrização da região genital (2 a 3 semanas após o parto).

Se tudo estiver a correr dentro da normalidade, a alta hospitalar é dada dois dias após o parto, tratando-se de um parto normal, ou três dias depois, se tiver sido uma cesárea. Antes de sair do hospital, a mãe deverá esclarecer todas as suas dúvidas com o pessoal médico. Deverá informar-se como proceder para registrar o seu bebê (em muitos hospitais já é possível fazê-lo) e quando deverá efetuar o teste do pezinho. Não esqueça de perguntar quanto à data da consulta de revisão de parto, de planeamento familiar (prevenir nova gravidez, dúvidas sobre a atividade sexual, etc.) e de pediatria.

mãe e bebê a dormirAproveite todos os momentos em que o bebê dorme para descansar, quer no hospital quer em casa, pois terá que ter energia suficiente para fazer todas as tarefas inerentes ao bebê (dar de mamar, mudar a fralda, dar banho, vesti-lo, etc.), além de ter de conciliar tudo isso com a sua vida no dia a dia. No início poderá parecer-lhe uma missão impossível, mas não desanime pois com o tempo, irá adaptar-se à rotina do seu bebê e conseguirá conciliá-la com as restantes tarefas sem problemas.

depressão pós parto

Devido a toda esta mudança é normal que a recente mãe se sinta insegura, cansada, com medo e emocionalmente mais sensível. É muito importante que nesta fase, a mãe receba todo o apoio e carinho do seu companheiro, e também de outros membros da família.

É preciso ter em atenção que se a sensação de tristeza, choro frequente e incapacidade de lidar com as coisas persistirem após as primeiras semanas depois do parto, impedindo a mãe de retornar ao seu dia a dia com normalidade, poderá ser indicativo de depressão pós parto. Nesse caso deverá consultar, sem demora, o médico que a acompanha.

 

spacer

 

Veja também

Artigos em destaque





 

 

 

Política de Privacidade