Bebê   Bebês fofinhos
Nomes de Bebê...
spacer
Menina
Menino

Em Destaque

Cuidados a ter com a mãe após o parto

O Patinho feio

White Noise prejudica o cérebro do bebê?

A galinha dos ovos de ouro

Autismo Infantil

Sono do bebê É fundamental criar uma...

O desejo de ser mãe (e pai!)

   
spacer  

Crianças

Chupetas

chupetasA chupeta tornou-se num instrumento muito útil no que toca a acalmar o bebê ou a criança. Tem a propriedade de dar a esta conforto, segurança e tranquilidade em situações que lhe são incómodas ou quando chega a hora de dormir. O problema é que a chupeta não tem só vantagens…

A utilização de chupeta é, desde há muitos anos, um tema controverso. É usado como “remédio santo”, em crianças choronas ou em situações emocionalmente instáveis. Por isso, muitos pais acabam por aderir facilmente a chupeta, mesmo que antes tenham pensado em não a utilizar.

Mas o seu uso acarreta alguns problemas tais como alteração da arcada dentária, dificuldades na fala, maior probabilidade de infecções (ouvidos, gástricas), interferência na amamentação, etc.

O uso da chupeta, logo nos primeiros dias de vida do bebê, leva a que estes deixem de mamar mais cedo do que aqueles que não a usam. Por isso, deve-se esperar que o bebê adquira o hábito de mamar no peito da mãe, para depois dar-lhe a chupeta.

O uso continuado da chupeta em bebês impede que estes palrem, etapa esta fundamental na aprendizagem da fala. É também um factor barreira para o desenvolvimento do diálogo, em crianças de tenra idade.

Existem ainda estudos que indicam que o uso de chupeta poderá reduzir o risco de síndrome de morte súbita, apesar de não se ter estabelecido ainda uma relação directa causa-efeito. Pensa-se que este risco é diminuído, principalmente, por dois factores: a pega da chupeta impede que as vias respiratórias fiquem obstruídas pelos lençóis, mantas, almofadas ou outros objectos que se encontrem na cama; e o facto de o bebê chuchar leva a que este controle melhor a passagem do ar pelas vias respiratórias.

Muitos pais também se questionam sobre o uso do polegar da criança envés da chupeta. Sabemos que as crianças estão habituadas a chuchar no dedo, desde a sua permanência dentro do útero. Alguns especialistas afirmam que é a maneira que o bebê tem para aliviar o stress. Mas o uso do polegar no lugar da chupeta acaba por ser pior, pois torna-se um hábito mais difícil de abandonar (está sempre disponível), de modo a ter consequências negativas mais definitivas na implantação dentária ou no palato da criança. O uso do polegar também interfere negativamente no desenvolvimento muscular, da mastigação, da respiração e da fala.

Ao optar pelo uso da chupeta, há que ter em consideração os seus prós e contras, de modo a promover o seu uso o mais correctamente possível, mas principalmente , aprender a usá-la com moderação. Será assim fácil retirá-la mais tarde, sem traumas para a criança nem dor de cabeça para os pais.


spacer


 

Veja também

Artigos em destaque

Sono do bebê – É fundamental criar uma rotina!

O Patinho feio

O desejo de ser mãe (e pai!)

White Noise prejudica o cérebro do bebê?

Otites nas crianças

A galinha dos ovos de ouro

A pequena Sereia

Pré-eclampsia – uma complicação grave

Stress nos filhos provocado pela ansiedade dos pais

Cuidados a ter com a mãe após o parto

As crianças e a televisão

Chupetas e tetinas: Látex ou silicone?

Autismo Infantil

A história do Eu, do Tu e do Ele

Amamentação – Cuidados a ter com os mamilos

Dicas para deixar a chupeta

A Família como base emocional e educacional da criança





 

 

 

 

 

Política de Privacidade