Bebê   Bebês fofinhos
Nomes de Bebê...
spacer
Menina
Menino

Em Destaque

A Família como base emocional e...

Chupetas e tetinas: Látex ou silicone?

Cuidados a ter com a mãe após o parto

Otites nas crianças

A história do Eu, do Tu e do Ele

Stress nos filhos provocado pela ansiedade ...

Amamentação Cuidados a ter com os mamilos

   
spacer  

Dicas de Família

  • Carta do recém nascido
  • Carta do recém nascido: “Eu acabei de nascer… preciso de SILÊNCIO; Eu preciso de dormir bastante, por favor, só me acorde para ser amamentado ou trocado; Não exijas demais da minha mamãe, alguns palpites podem confundi-la; Eu sei que sou fofinho mas ficar de colo em colo NÃO É CONFORTÁVEL para mim; Se me for pegar, LAVE MUITO BEM AS SUAS MÃOS; NÃO ME COMPARE a outros bebês, pois cada qual possui suas particularidades; Meu nariz É MUITO SENSÍVEL, não use perfume quando me vier visitar; Eu adoro chupar dedo, evite pegar nas minhas mãozinhas; Eu adoro os seus carinhos mas beijos me podem causar problemas; Se estiver resfriado, volte outro dia. Teremos outras oportunidades de nos conhecermos melhor; NUNCA FUME QUANDO EU ESTIVER PRESENTE!   Obrigada… daqui a pouco vou crescer e a gente se vai curtir bem mais!”.


  • Linguagem dos bebês
  • “Confiar na linguagem dos bebês, saber ouvi-los e respeitá-los enquanto pessoas, desde o início, é o ponto de partida para cimentar alicerces e abrir o caminho para a felicidade familiar”. Texto de Teresa Diogo (in Pais e filhos)  


  • Birras
  • “As birras fazem bem à saúde. Aumentam o débito pulmonar. São sinónimo de paixão. E dum nervosismo miudinho que varia entre um controle exagerado e um impulso desbragado. Mas o melhor, de verdade, é que elas sejam tão de vez em quando, que até pareça que uma criança (ao contrário do que devia ser) não dá problemas. Não sendo assim que esteja a acontecer, nunca se esqueça que não há crianças nervosas; há é, antes, pais com os nervos em franja. Ou, se preferir, nunca é tarde para reconhecer que por trás duma criança difícil há sempre um adulto em dificuldades!”.  Psicólogo Eduardo Sá (in Pais e filhos)  


  • Educar os filhos
  • “Se não dedicar tempo a educar os seus filhos, não pretenda que outros o façam por si”.


  • Afeto dos pais
  •   “… O carinho e afeto dos pais protegem contra os efeitos tóxicos do stress na infância. Adicionalmente, os efeitos prolongados de abuso na infância podem estar relacionados com doenças associadas à idade, nomeadamente, a doença cardiovascular”.  Estudo publicado nos “Proceedings of the National Academy of Sciences”.     


  • Vivencia da criança
  • “As crianças não conseguem processar direito o que vivenciam. Assumem culpas que não possuem, fantasiam abandonos, se responsabilizam pela infelicidade dos pais, e pior do que tudo, se sentem desprotegidas em um lar briguento. Crescem e se tornam homens e mulheres paranóicos, inseguros, acovardados diante da vida. É uma tecla insistentemente batida, mas pouco escutada: a criança precisa de ser amada. Não precisa de um iphone aos nove anos, não precisa de ir à Disney antes de ser alfabetizada, não precisa de um guarda-roupa de estrela de cinema. Precisa de ser amada. Sai de graça. Só custa caro quando é educada por duas criaturas mais infantis do que ela”.  Martha Medeiros


  • Falta de amor
  • “Falta de amor é a pior de todas as pobrezas”


  • Manifesto dos filhos para os pais
  • Manifesto - Dos filhos para os pais: “Não me batas; Deixa que cometa erros; Se chorar escuta-me; Brinca comigo; Põe-me limites; Deixa-me ser criança; Não me compares com ninguém; Eu não sou mau; Pega em mim e abraça-me sempre; Preciso de estar contigo.”  


  • O abuso psicológico
  •  “…O abuso psicológico pode causar tantos danos nas crianças quanto os físicos”. Estudo publicado na revista “Pediatrics”


  • Ter filhos
  •  “Ter filhos não faz de ti um pai; criá-los sim”.


  • Medos
  •  “Uma cabeça cheia de medos não tem espaço para sonhos”. Caio Fernando Abreu


  • Avós e avôs
  • “Avós e avôs são necessários durante o crescimento de uma criança assim como as vitaminas”.


  • O melhor presente para o seu filho
  •  O melhor presente para o seu filho chama-se “Tempo com os seus pais”! 


  • Exemplo vem dos pais
  • “Todo o pai deveria lembrar que um dia o seu filho seguirá o seu exemplo ao invés do seu conselho”.  Charles F. Kettering


  • Rotular os filhos
  • “ Não rotule seu filho de pestinha, chato, lerdo ou outro adjetivo agressivo, mesmo que de brincadeira. Isso fará com que ele se torne realmente isso”.


  • Sim, não e porquês
  • “Não diga apenas sim. Os nãos e porquês fazem parte da relação de amizade que os pais querem construir com os filhos”.


  • Atividade obrtigatória
  • “Não pergunte à criança se ela quer fazer uma atividade obrigatória ou ir a um evento indispensável. Diga apenas que agora é a hora de fazer”.


  • Parar de chorar
  • “Não mande a criança parar de chorar. Se for o caso, pergunte o motivo do choro ou apenas peça que mantenha a calma, ensinando assim a lidar com suas emoções”.


  • Errar é humano
  • “Não ria do erro da criança. Fazer piada com mau comportamento ou erros na troca de letras pode inibir o desenvolvimento saudável”.


  • Comportamentos
  • “Não diga mentiras. Todos os comportamentos dos pais são aprendidos pelos filhos e servem de espelho”.


  • Sonhos e pesadelos
  • “Não diga que foi apenas um pesadelo e mande voltar para a cama. As crianças têm dificuldade em separar o mundo real do imaginário. Quando acontecer um sonho ruim, acalme o seu filho e leve-o para a cama, fazendo companhia até dormir”.


  • Ameaças e chantagens
  • “Nunca diga que vai embora se não for obedecido. Ameaças e chantagens nunca são saudáveis”


  • De pais para filhos
  • “Responda-lhe, não o instrua. Proteja-o, não o cubra. Ajude-o, não o substitua. Abrigue-o, não o esconda. Ame-o, não o idolatre. Acompanhe-o, não o leve. Mostre-lhe o perigo, não o atemorize. Inclua-o, não o isole. Alimente as suas esperanças, não as descarte. Não exija que seja o melhor, peça para ser bom e dê o exemplo. Não o mime em demasia, rodeie-o de amor. Não o mande estudar, prepare-lhe um clima de estudo. Não construa um castelo para ele, vivam todos com naturalidade. Não o ensine a ser, seja você como quer que ele seja. Não lhe dedique a vida, vivam todos a sua. Lembre-se de que O seu filho não o escuta, ele OLHA para si. E, finalmente, quando a gaiola do canário se quebrar, não compre outra...Ensine-o a viver sem portas!” (in Educar com o coração de Eugénia Puebla)  


  • O que de melhor podemos dar
  • "O melhor presente que os pais podem dar aos seus filhos é o seu tempo, a sua atenção, o seu amor e o seu interesse".


  • Os gritos não educam
  • "Os gritos não educam... Ensurdecem o coração, fecham o pensamento, destroem o respeito e tornam os filhos violentos!"  



    Sugerir um artigo sobre Família.


    spacer

     
     

     

     

     

     

    Política de Privacidade