Bebê   Bebês fofinhos
Nomes de Bebê...
spacer
Menina
Menino

Em Destaque

Chupetas e tetinas: Látex ou silicone?

A Família como base emocional e...

Autismo Infantil

Cuidados a ter com a mãe após o parto

Stress nos filhos provocado pela ansiedade ...

Sono do bebê - É fundamental criar uma...

O pássaro que enganou o gato

   
spacer  

Gravidez

O desejo de ser mãe (e pai!)

casal grávidoQuer se tenha planeado toda a vida ter filhos ou simplesmente se deixe o destino decidir, há sempre uma altura na vida de uma mulher em que surge uma vontade, quase que incontrolável, de ser mãe. Para a maioria das mulheres, assim que decidem concretizar esse desejo, engravidam em pouco tempo. Mas para uma pequena percentagem, engravidar é um desejo impossível de realizar simplesmente através de relações íntimas com o seu parceiro.

Estas mulheres, que desejam mais que tudo ser mães, afirmam que a incapacidade de gerar uma vida é uma das experiências mais devastadoras das suas vidas.

Considera-se um casal infértil aquele que não consegue ter filhos após 2 anos de relações íntimas com esse fim. E são cada vez mais os casais com esse problema: A nível mundial, estima-se atualmente que um em cada seis casais seja infértil.
Com os avanços na medicina reprodutiva é possível, hoje em dia, recorrer à procriação medicamente assistida e ultrapassar a maioria dos problemas que originam a infertilidade conjugal. Se este é o seu caso, o primeiro a fazer será consultar um médico especializado, para investigar qual as causas dessa infertilidade.

A um casal infértil ser-lhes-á avaliado, numa primeira fase, a presença e a qualidade dos óvulos na mulher, o número e qualidade de espermatozoides no homem e a permeabilidade do trato genital feminino. Feito este estudo, são tomadas as medidas necessárias para poder ultrapassar o problema da infertilidade, com base nos dados obtidos. Caso essas medidas não resultem, passa-se a uma segunda fase, onde é proposta a procriação medicamente assistida, isto é, a fertilização in vitro, a inseminação artificial ou a microinjeção de gâmetas.

fertilização in vitroA fertilização in vitro é uma técnica que utiliza espermatozoides retirados do potencial pai, e óvulos retirados da potencial mãe (estimulação prévia dos ovários com medicamentos) e que são colocados, em meio laboratorial juntos, de modo a se obter embriões (novo ser que se forma da junção de um espermatozoide e um óvulo). Estes embriões serão colocados no útero, e se tudo correr como esperado, darão origem ao feto e posteriormente ao bebê.
Só serão colocados na cavidade uterina da mulher aqueles embriões que mostrem ter as qualidades adequadas. O número de embriões colocados no útero da mulher depende da sua idade. Normalmente para mulheres com idade inferior a 35 anos são colocados 2 embriões enquanto para mulheres entre os 35 e os 40 anos são colocados 3 embriões.
Opta-se por colocar mais que um embrião no útero para aumentar a probabilidade de se ter sucesso. Se assim acontecer, o embrião implanta-se no útero passando a feto e posteriormente dando origem a um bebê.

inseminação artificialOutra técnica que pode ser utilizada é a inseminação artificial. Esta tem uma taxa de sucesso menor que a do método anterior e a sua utilização é mais limitada. Na inseminação artificial é primeiro feita a estimulação ovárica na mulher e, posteriormente são introduzidos os espermatozoides preparados anteriormente em laboratório, na vagina, no útero ou nas trompas da mulher.
Ainda menos utilizada, temos a microinjeção de gâmetas, onde se introduz um único espermatozoide em cada óvulo. Esta técnica é usada quando as causas de infertilidade têm que ver exclusivamente com a parte masculina.

Note que estes métodos não resolvem a infertilidade do casal, nem permitem futuras gestações saudáveis ou prevenção de abortos espontâneos. Proporcionam sim um meio de ultrapassar a infertilidade ao possibilitar a geração de bebês que de outro modo não seria possível.

Não esqueça que antes de recorrer a estes métodos de reprodução, é essencial diagnosticar e tratar todos os problemas relacionados com a saúde da mulher e do homem, relativos ao que os impede de ser pais.

mãos de bebê e dos paisQualquer um dos processos adotados para ultrapassar os problemas de infertilidade de um casal é impossível sem acompanhamento médico especializado, e antes de se optar por esta alternativa, todos as informações devem ser facultadas ao casal para que estejam cientes do todo o percurso que irão fazer até conseguirem realizar o sonho de serem pais.

Lembrem-se que também existem outras maneiras de constituir família, tal como a adoção, e que se optarem pela reprodução medicamente assistida terão de passar por um processo que poderá ser longo e bastante penoso para o casal, sem ter a garantia de serem bem sucedidos.

 


spacer


 

Veja também

Artigos em destaque

Estrelinha malandrinha

Sono do bebê - É fundamental criar uma rotina!

O desejo de ser mãe (e pai!)

White Noise prejudica o cérebro do bebê?

O pássaro que enganou o gato

Otites nas crianças

A pequena Sereia

Pré-eclampsia - uma complicação grave

Stress nos filhos provocado pela ansiedade dos pais

Cuidados a ter com a mãe após o parto

As crianças e a televisão

Chupetas e tetinas: Látex ou silicone?

Autismo Infantil

A história do Eu, do Tu e do Ele

Amamentação - Cuidados a ter com os mamilos

Dicas para deixar a chupeta

A Família como base emocional e educacional da criança





 

 

 

 

 

Política de Privacidade