Bebê   Bebês fofinhos
Nomes de Bebê...
spacer
Menina
Menino

Em Destaque

Otites nas crianças

Amamentação Cuidados a ter com os mamilos

Dicas para deixar a chupeta

Sono do bebê É fundamental criar uma...

Autismo Infantil

Pré-eclampsia uma complicação grave

Cuidados a ter com a mãe após o parto

   
spacer  

Gravidez

Gravidez semana a semana - Da 13ª à 16ª semana

grávida com comidaDá-se a maturação dos órgãos do feto, de modo a poderem desempenhar as suas funções. O cérebro do feto cresce sem parar.

O rosto já está totalmente delineado mas os olhos continuam fechados. Já se apercebe das alterações de luz.

O feto brinca agora com o cordão umbilical e engole o líquido amniótico, voltando a eliminá-lo pelos rins. É capaz de franzir a testa, de fazer caretas e até de chupar no polegar!

 Até à 16ª semana, o crescimento do feto é rápido, começando este a esticar-se cada vez mais. Na polpa dos seus dedinhos das mãos, veem-se as estrias que darão origem às impressões digitais. Nesta altura, ele já começa a dar-se conta dos sons que o rodeiam.

Neste momento é possível, com clareza, ver o sexo do bebê na ecografia. Este pesa agora mais ou menos 80g e mede 10cm.

Na grávida, o aumento de peso é agora mais evidente. A nível físico, notará as ancas mais redondas e as calças mais apertadas, pois a barriga e os seios não param de crescer!

A futura mãe deverá comer devagar e mastigar bem os alimentos, pois agora a sua digestão está mais lenta.

É preciso ter atenção ao peso: Se aumentou demasiado (mais de 500g por semana), será melhor falar com o médico que a acompanha, pois poderá ser indicativo de algum problema (diabetes gestacional, pré-eclampsia ou gestose).

Começa a aparecer a chamada linha nigra, que não é mais que uma linha escura na barriga, que vai do estômago à região púbica. Esta desaparece após o nascimento.

È importante que a grávida ingera vitamina B12, presente em todos os alimentos ricos em ferro, pois contribui para a formação de glóbulos vermelhos, e assim evita uma possível anemia.

A vontade de urinar é agora mais frequente.

Para evitar caibras, é fundamental não ficar sentada por longos períodos de tempo. Se sentir as pernas inchadas, a grávida deverá coloca-las ao alto.

A esta altura, o corpo já está habituado às alterações hormonais e, por isso, já não se sente tão cansado. Os enjoos diminuíram ou até passaram.

Este é o momento ideal para começar a praticar exercício físico como, por ex., a hidroginástica. No meio aquático, o risco de lesões é menor e será mais fácil exercitar-se, ao mesmo tempo que poderá aliviar tensões acumuladas. Andar a pé também é aconselhado. Se possível, ande descalça, num areal ou relvado, de modo a produzir um efeito de massagem nos seus pés. Ao caminhar ao ar livre, também se expõem aos raios solares, de modo a contribuir para a produção de vitamina D no seu organismo, garantindo uma boa absorção de cálcio e, consequentemente, dentes e ossos mais fortes e saudáveis para o filho e para a mãe. Mas não deve abusar dessa exposição: use sempre protetor solar e não se exponha nas horas de maior incidência dos raios solares (das 11H até às 16h).

A futura mãe poderá agora começar a preparar o quarto do bebê!


spacer


 

Veja também

Artigos em destaque

Sono do bebê – É fundamental criar uma rotina!

O Patinho feio

O desejo de ser mãe (e pai!)

White Noise prejudica o cérebro do bebê?

Otites nas crianças

A galinha dos ovos de ouro

A pequena Sereia

Pré-eclampsia – uma complicação grave

Stress nos filhos provocado pela ansiedade dos pais

Cuidados a ter com a mãe após o parto

As crianças e a televisão

Chupetas e tetinas: Látex ou silicone?

Autismo Infantil

A história do Eu, do Tu e do Ele

Amamentação – Cuidados a ter com os mamilos

Dicas para deixar a chupeta

A Família como base emocional e educacional da criança





 

 

 

 

 

Política de Privacidade